sexta-feira, 8 de abril de 2016

A comunhão Pascal

As férias de Páscoa aproximavam-se. Já andávamos um pouco cansados de tanto trabalhar e estudar para as fichas de avaliação de fim de período. Correram bem a quase todos os meninos, a professora andava satisfeita connosco.
Fizemos alguns trabalhinhos para decorar a sala e as janelas. Ficou tudo muito bonito e alegre, como é habitual em todas as casas por esta altura. Todas as pessoas na altura da Páscoa limpam, pintam e enfeitam as suas casas para receberem o compasso e beijarem a cruz de Jesus.
Esta época do ano é de muitas tradições que infelizmente se vão perdendo ano após ano. As nossas professoras vão-nos recordando como era no seu tempo e nas suas terras. É pena que se vão esquecendo e perdendo pois são elas que fazem a história do nosso meio e do nosso país. Na terra da nossa professora, em Mogadouro, colhiam-se as flores das nabiças , as cevadas e as flores das ginjeiras bravas para se enfeitarem os sinos da igreja. Devia ser bonito assim como ouvir o sino a tocar desde a meia noite de sábado até ao fim do domingo de Páscoa.
Este ano, mais uma vez participámos na missa celebrada na escola sede do agrupamento. Como sempre foi muito bonita e estava tudo muito bem decorado. Todos merecem os parabéns pelo trabalho e bom gosto.              

Sem comentários:

Publicar um comentário